Antônio de Souza Filho
Meus Escritos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
Textos


Rio
Lindo, alegre e triste.


Verdadeiramente no Rio não é pra se andar de óculos escuros, parece charmoso ostentar uma boa marca, fica bem e a gente parece ficar mais bonito ou apenas bonito.

Mas aqui não, tudo aqui é lindo não é justo para os nossos olhos esconder toda essa beleza.

Só uma coisa me entristece, o medo que as pessoas aparentam ter umas das outras.

Aconteceu comigo, estava andando distraído e uma pessoa talvez sem querer chegou-se bem perto de mim e instintivamente eu me afastei, mas depois pensei - poxa o que foi que eu fiz? E se a pessoa quisesse apenas conversar dizer algo? Então eu que me aproximei e aconteceu que também, talvez instintivamente ela afastou-se... Andamos alguns passos à frente e pensei, parece um empate técnico, como estava à frente olhei pra trás e desta vez propositadamente sorri, a pessoa também sorriu e pareceu que estávamos com a mesma impressão - deixei pra lá, ela também, mas sabíamos que perdemos uma ótima oportunidade de melhorar o nosso mundo-Rio, pelo menos instintivamente.

Não, não estávamos de óculos escuros.

Rio/RJ
09/01/2018.
António Souza
Enviado por António Souza em 27/04/2018
Alterado em 12/05/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Antônio Souza - szafilhoadv@gmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

O Enigma de Esmeralda R$29,90
Site do Escritor criado por Recanto das Letras