Antônio de Souza Filho
Meus Escritos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
Textos


Quando

Quando os versos fraquejam 

E a alma não sente mais dor
O coração chora a falta de Amor

Quando o poeta se cansa 
A noite perde o encanto
A lua se veste, mas não dança 

Quando as estrelas não brilham
Numa noite de calor
Tem-se que também falta amor

Quando o corpo se amofina
Na escuridão da madrugada 
Os lençóis reclamam

Pelo cheiro da amada

Quando os raios do sol varam as vidraças 
Numa visão de esplendor 
É a vida te chamando pra lutar
Contra todo desamor 
António Souza
Enviado por António Souza em 14/07/2018
Alterado em 18/09/2018

Música: Meu Mundo e Nada Mais - GUILHERME ARANTES

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Antônio Souza - www.antoniosouzaescritor.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

O Enigma de Esmeralda R$29,90
Site do Escritor criado por Recanto das Letras