Antônio de Souza Filho
Meus Escritos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
Textos


Saudades de mim

Tem dias que o tempo liberta
Minha alma voa
Meu coração pausa
E a minha mente ressoa

Por tantas vezes navego a lugares escondidos
Que já me são tão conhecidos
Perco-me pensando
Encontro-me vez em quando

Às vezes estou perto
Noutras bem distante

Ah se numa dessas viagens
O mágico tapete no tempo parasse
E novamente o outrora me tornasse
Se pudesse ser tudo que antes fui
Navegaria sonhando acordado
Aproveitando cada segundo do meu passado

Que saudades daqueles tempos
De inocência programada
Da bicicleta e da calçada
E daquela namorada

Saudades dos filmes proibidos
Do namoro escondido
Dos sorrisos contidos
E tudo mais deixados pra trás

Foram tantas coisas lindas momentos mágicos
Perfeitos que usaria plumas no pisar
Luvas no pegar e singelos suspiros
Para nem a brisa afastar

A vida vez ou outra é assim
Sentimos saudades da gente
Eu também
Sinto de mim
António Souza
Enviado por António Souza em 26/08/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Antônio Souza - www.antoniosouzaescritor.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

O Enigma de Esmeralda R$29,90
Site do Escritor criado por Recanto das Letras