Antônio de Souza Filho
Meus Escritos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
Textos


O bilhete amassado

No meio de tantos apetrechos esquecidos
Estava ali, só seco e calado,
Um súbito pulsar fez-me abrir
Aquele papel amassado

As lembranças se chegavam,
A cada movimento de meus dedos
É o que parecia ao tocá-lo
Tão esquecidos segredos

Relutei se queria mesmo ler
Mas abri e li
Era a voz do coração
Aquilo que escrevi,

Foi sim um dos últimos escritos
Que a mim mesmo eu fiz,
Num momento de extrema solidão.

O que estava escrito ali
Até a mim digo não,
Não quero mais saber
De tanta desilusão
António Souza
Enviado por António Souza em 29/08/2018
Alterado em 24/09/2018

Música: M_DE_MULHER - RONNIE_CORD

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Antônio Souza - www.antoniosouzaescritor.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

O Enigma de Esmeralda R$29,90
Site do Escritor criado por Recanto das Letras