Antônio de Souza Filho
Meus Escritos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
Textos


A vida
 
Às vezes culpamos a vida por coisas desagradáveis que acontece com a gente. É quase comum ouvir pessoas reclamando da própria vida; que ela é chata, que é vazia, é ingrata e tantas outras lamentações. Mas sabe d’uma coisa, a vida é a única que nunca vai se importar com ninguém, se você estiver no chão, esqueça, ela não tá nem ai e nem vai ficar, ela pouco tá se lixando pra quem quer que seja. Ela não quer saber se alguém está feliz, triste ou muito triste, ela passa por ti do mesmo jeito te chuta e brinca com teus sentimentos, melhor não se iludir que ela vai reconhecer algum mérito que por acaso tenhas. Por isso, amigo ou amiga se estiveres no chão ou se caíres, procure se levantar, até para dar a ela ou a outro qualquer a oportunidade de tentarem te derrubar, ficar no chão é para os fracos, a briga é em pé, ainda que não seja em pé de igualdade. Cada minuto que passamos reclamando por azares é menos um que podemos usar para encontrar forças para continuar vivendo, disputando palmo a palmo nosso espaço. Esqueça o chão, esqueça as lamúrias, vá pra cima do problema e procure resolver de um jeito ou de outro. Do chão ninguém enxerga nada. Sabe o que é a vida amigo, amiga, e o que realmente ela quer, se não sabe fique sabendo: - Ela quer ser vivida, ser domada, ser direcionada, então agarre a sua própria vida e mostre-lhe o caminho. Viva!
 
________________
Antônio Souza
(Ensaios)
 
Música: 
https://youtu.be/O9_mqgLkNiI

www.antoniosouzaescritor.com
António Souza
Enviado por António Souza em 28/06/2019
Alterado em 30/06/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Antônio Souza - www.antoniosouzaescritor.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

O Enigma de Esmeralda R$29,90
Site do Escritor criado por Recanto das Letras