Antônio de Souza Filho
Meus Escritos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
Textos


Minha doce namorada
 

Há quanto tempo te namoro
Nem eu mesmo sei
Sinto apenas que te adoro
E amor por ti sempre terei
 
Mesmo antes de te conhecer
Penso que já te amava
Era o que almejava acontecer
Quando contigo eu sonhava
 
Podes não acreditar em destino
Podes até achar foi algo ocasional
Mas eu te quero desde menino
 
Este amor, terno, transcendental
Está vivo e nunca irá morrer
Estará comigo sempre até o final.
 
 ______________
Antônio Souza
(Sonetos)


Música: https://youtu.be/QxoePt-Iqn4
Moacyr Franco - O amor por nós dois

www.antoniosouzaescritor.com
 
*****
Registro com prazer a interação do nobre e excepcional Poeta:

 
176200-mini.jpg?v=1456593281
08/08/2019 19:01 - 
POETA OLAVO

"Ainda me lembro daquela mocinha
 Cheia de dengos e timidez
 Quando eu ia e ela vinha
 Sempre perdia a minha vez." 

*****
Antônio Souza
Enviado por Antônio Souza em 06/08/2019
Alterado em 08/08/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Antônio Souza - www.antoniosouzaescritor.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

O Enigma de Esmeralda R$29,90
Site do Escritor criado por Recanto das Letras