Antônio de Souza Filho
Meus Escritos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
Textos


                          Inevitável adeus...
 
         O adeus que meu ser arrebatou
           Por tantas vezes temido
             Amor que me tirava os sentidos
                De tristezas o meu sonho sepultou.

         Ah, - que faço eu agora, - oh dor!
            Nessa despedida aquém da hora
              Vejo sangue esvaindo da flor
                 Traumas sentirei desse grande amor. 

 
        Que faço eu agora
            Nessa lonjura imensa
              Por que fostes embora?
 
        Preciso aprender a viver sem ti
            Meu amor não te foi o bastante
              Compreendo, eu sei que te perdi
   

________________
Antônio Souza

Música: https://youtu.be/Vsh33c7Rr60
Alcione – O que Eu faço amanhã
 
www.antoniosouzaescritor.com

 
****
Interações de renomados


102203-mini.jpg?v=1535141820
13/09/2019 14:38 - marciusantos

Ela partiu sem alarde
Deixou meu coração em pedaços
Mas também já foi tarde
Já me consolo em outros braços 

****

29785-mini.jpg?v=1389972439
13/09/2019 17:01 - Jacó Filho

Voltei a te ver em sonhos,
Mas não acordo contente.
Por amar a ti, somente,
Viver só se faz medonho... 

****

201724-mini.jpg?v=1568370620
14/09/2019 12:19 - Francisco de Assis Góis

Quando você foi embora,
O meu sonho acabou,
Sozinho e perdido estou,
O que eu faço agora?


****
159074-mini.jpg?v=1557524125
14/09/2019 17:56 - 
Luiza De Marillac Michel

Com a sua partida
Meu coração se despedaçou
Ficou uma ferida
Só a vida me interessou...

****

102403-mini.jpg?v=1323146501
14/09/2019 23:23 - Cleir

Ainda me lembro outrora
Tu, amor de minh'alma
Fostes com toda calma
Que faço eu agora?

****

2184-mini.jpg?v=1563824577
15/09/2019 12:35 - Uma Mulher Um Poema

Dizer adeus é triste
Quando alguém parte
Coração ainda insiste,
Diante da realidade.

****
176200-mini.jpg?v=1456593281
16/09/2019 21:11 - 
POETA OLAVO

"Minha porta continua encostada
Sem trinco e sem cadeado
Basta chegar e dar uma empurrada
Para ter amor apaixonado."

****
Antônio Souza
Enviado por Antônio Souza em 13/09/2019
Alterado em 17/09/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Antônio Souza - www.antoniosouzaescritor.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

O Enigma de Esmeralda R$29,90
Site do Escritor criado por Recanto das Letras