Antônio de Souza Filho
Meus Escritos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
Textos


Angústia Noturna


E quando o Sol se põe
O meu peito toca flauta
Meus pés doridos descansam
Meu corpo exausto se acalma
Minha mente flutua noutro espaço


As noites silentes me esperam
Elas sabem d’minhas comédias
O que faço e como sempre as trato
Quase sempre tudo igual
A mesma reza o mesmo prato


O cãozinho comigo se alegra
Dividimos o mesmo teto
Eu o sirvo a comida rotineira
Ele me traz alegria do afeto
Brinca comigo e espera um abraço


Logo me ocupo ele não liga
Só quer ficar por perto, não briga
A chuva que cai e molha o sobrado
Trazem vontades em lençóis calados
Mais um dia findo que se torna passado


------------------
Antônio Souza
( Prosa poética )


Música : https://youtu.be/hduE8bjfOB4
Kenny Rogers - She Believes in me
 
www.antoniosouzaescritor.com
 
*****
Interações de Poetas renomados


102203-mini.jpg?v=1535141820

08/10/2019 19:59 - marciusantos

Não és mais afoito, mas afeito
Afeito à poesia e ao sossego
Levas o cansaço para o leito
Das outras coisas, desapego.

*****

176200-mini.jpg?v=1456593281
14/10/2019 20:23 - 
POETA OLAVO


"Eu não consigo mais passar
A noite sem você ao meu lado
O seu cheiro me faz sonhar
 Que ainda sou o seu amado."


*****

 

 
Antônio Souza
Enviado por Antônio Souza em 08/10/2019
Alterado em 15/10/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Antônio Souza - www.antoniosouzaescritor.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

O Enigma de Esmeralda R$29,90
Site do Escritor criado por Recanto das Letras