Antônio de Souza Filho
Meus Escritos
Textos
A Rosa e o Colibri – rsrsrsr...
 
 - Sai colibri, não vem não.  ... devolve o néctar que me tirastes, pensa que eu não senti... pensou que eu estava dormindo, né ?!.... - Bora, devolve e vai embora, cai fora daqui... e nem pense bater essas asas... - ah, poxa!... Porquê?! O que foi que eu fiz? ... - não sabe não, né?! Pensa que eu não vi, tu acolá naquele outro jardim, bicando aquela assanhada, vai de novo vai... to nem aí mais pra ti, - pode ir... - Ah, Rosa faz isso não, Ela nem é cheirosa como tu... tu sabes que eu gosto é de ti... e depois não é proibido eu bicar outra flor... então, se não é proibido é permitido..., tá bom, eu vou embora, vou ficar com fome e com sede de ti... - Vai "desiste fácil"... eu já vou dormir, tô c'um sooonnno...., mas um soooonnnooo... - hummm entendi... ciumenta!, parece gente. Lá vai meu bico, aguenta aí. ...
 
- Eita... chega ficou vermelha...


rsrsrsrs...

-------------------
Antônio Souza
(Contos/Minimalistas)
 

https://youtu.be/eMhyQ4WqHhg
 

www.antoniosouzaescritor.com

 
Antônio Souza
Enviado por Antônio Souza em 21/11/2019
Comentários
O Enigma de Esmeralda R$29,90
Site do Escritor criado por Recanto das Letras