Antônio de Souza Filho
Meus Escritos
Textos
Minha Aurora
 
Hoje me queria diferente
Nada de tão alarmante
Quem sabe tão somente
A voz de um berrante
 
Ou também quem sabe
Um bico de passarinho
Que em tudo cabe
Ainda que buscando sozinho
 
Talvez encontre outro caminho
P’ra rever a minha amada
Que noutro canto formou seu ninho
Acho até que foi roubada.
 
Ah, como dói essa saudade
Nenhuma notícia sequer
Meu coração quer piedade
Ser feliz é tudo o que mais quer
 
Não se acanhe quem souber
Me avise ou mande me avisar
Pago a recompensa que quiser
A quem minha cadela encontrar.
 
Ela se chama Aurora
É linda como o amanhecer
Já é quase uma senhora
Dela não quero me perder.
 
..........................
Antônio Souza
(Poesias)
 Imagem: Google
 
www.antoniosouzaescritor.com

 
*****
Linda interação do Excepcional Poeta e grande Mestre:.


29785-mini.jpg?v=1577104500
17/10/2020 10:35 - 
Jacó Filho

Deixe no vento o cheiro,
E quem sabe ela sinta.
E em cantos corriqueiros,
Ande sempre dando pinta...

*****
do grande Mestre e excepcional Poeta

176200-mini.jpg?v=1456593281
18/10/2020 15:19 - 
POETA OLAVO

"Vou torcer pra você achar
A sua bela cadelinha
Para que possa não deixar
Ela abandonada e tão sozinha." 

*****

 
Antônio Souza
Enviado por Antônio Souza em 16/10/2020
Alterado em 19/10/2020
Comentários
O Enigma de Esmeralda R$29,90
Site do Escritor criado por Recanto das Letras