Antônio de Souza Filho
Meus Escritos
Textos
Lilian, meu amor.
 
Eu estou com tanta saudade de você...
Sabe aquele cantinho
Que batizamos como nosso...
Sei que lembras, pois é,
Tá igual quando nos vimos pela última vez.

As águas estão calmas,
Batendo com leveza nas pedras
Estão formando umas ondinhas lindas,
Parece que sabem o que estou sentindo,
Penso que posso falar com elas...

Lá adiante estão formando umas cores lindas,
vindas do sol, Ele está se pondo, tá tão bonito...
mas me parece cansado, acho que já vai dormir.

Eu tenho vindo aqui todos os dias,
Só não quando chove, porque sei
Você não gostava de vir quando chovia...

Vejo você no meu colo, como sempre ficavas
E passo a mão nos seus cabelos,
Como dizias que gostavas.

Sabe aquelas gaivotas?!
Que raramente apareciam, rsrsrs,
Elas estão aqui, uma delas me perguntou por ti...
 
Sim, aquela de pintinhas azuis. 
Eu só sorri, acho que ela ficou triste.
 
Tem pouca gente hoje, por ali...

Já vou.… tá ficando tarde,
Ainda vou passar na padaria,
Aquele chá que tomávamos juntos tá acabando.

Ah... Lilian, tô ficando um velho chato
E um viúvo triste...
 
Ainda falta muito pra vires me buscar?! 
 
........................
Antônio Souza
(Poema Gótico)
 
Música:

https://youtu.be/5anLPw0Efmo
Evanescence - My Immortal 
 

www.antoniosouzaescritor.com  
 
*****
Mágica interação do Grande mestre

176200-mini.jpg?v=1456593281
17/04/2021 23:58 - 
POETA OLAVO

"Hoje não vou fazer interação não
Porque me amarrei na sua inspiração
Que trouxe a bela composição
Cheia de saudades, amor e emoção."

*****
Antônio Souza
Enviado por Antônio Souza em 07/04/2021
Alterado em 18/04/2021
Comentários
O Enigma de Esmeralda R$29,90
Site do Escritor criado por Recanto das Letras