Antônio de Souza Filho
Meus Escritos
Textos
Mulher, doce mistério.
(Prosa poética)
 
 
.
Há na mulher maravilhas e mistérios; pode ela te dizer mil vezes não e não..., dizendo por dentro duas mil vezes, sim e sim. Ela estará sempre a espera que você a entenda...
 
Ela é capaz de te odiar com todas as forças do mundo. E ao mesmo tempo te amar como ninguém mais te amaria. Considere quando ela reclamar, significa que ela se importa, ela é tolerante, mas não se engane ela tem o seu limite.
 
Ela precisa ser ouvida, ainda que esteja calada; pois é naquele instante que ela mais tem p’ra dizer; mas nem pense em fazê-la falar, não vais gostar de ouvir o que ela tem guardado; é melhor sentir o seu coração
 
A mulher tem a sua própria natureza é loucura tentar modificá-la é perda de tempo; a melhor coisa a fazer é aceitá-la com carinho, amá-la muito e protegê-la. Ela sabe ser legal e como sabe.
 
O mais, esqueça.
 
.
 
 
.........................
Antônio Souza
(Prosa poética)
 
https://youtu.be/3RuqA11uBDM
 
www.antoniosouzaescritor.com
 
Interação do notável Poeta carioca
*****
176200-mini.jpg?v=1456593281
16/06/2021 14:11 - POETA OLAVO

"Se não houvesse o mistério
Também não haveria a mulher
Mas prefiro falar bem sério
Quando atendo o que ela quer."

*****

 
84050-mini.jpg?v=1584463376
18/06/2021 07:36 - Humberto Cláudio

É nato dela o mistério,
ela chora enquanto ri.
Que no amor há um critério
foi com ela que aprendi.

*****
29785-mini.jpg?v=1621185382
05/07/2021 15:42 - Jacó Filho

É o amor feito gente,
A figura da mulher,
Assim terá o que quer,
Agindo delicadamente...


*****
 
Antônio Souza
Enviado por Antônio Souza em 14/06/2021
Alterado em 06/07/2021
Comentários
O Enigma de Esmeralda R$29,90
Site do Escritor criado por Recanto das Letras